AçõesDestaquesETFETFInvestir no exterior

Ações ou ETF?

By 23 de agosto de 2018novembro 9th, 20206 Comments

Ações ou ETF? Esta semana o grande Investidor Internacional publicou um post chamado: Ações ou ETF? Onde Investir? Como tenho investimentos nos dois tipos, resolvi mostrar a evolução dos meus investimentos  desde o início do ano. É uma postagem simples mostrando o gráfico desde janeiro até o último dia útil de julho.

Não vou detalhar as características, diferenças, semelhanças, vantagens e desvantagens entre ações ou ETF no momento. Para ler um pouco sobre o assunto, acessem o post dele mas de qualquer maneira vou relatar aqui minhas impressões sobre as duas classes de ativo então, vamos à algumas considerações iniciais.

Considerações iniciais

Primeiramente temos que ter em mente que não há regras quando se fala em investir. A única regra que eu prego é que suas decisões deixem você dormir tranquilo, se isto acontecer, você fez um bom investimento, sendo assim, não existe um melhor tipo de investimento, então não existe um ou outro, ou seja, não existe ações ou ETF, temos espaço para ambos na carteira.

Outra cosia a se considerar é que existem tantos tipos de ações ou ETF que fica impossível fazer comparações entre eles. Imaginem pegar um ETF de tecnologia com 50 empresas dentro dele e querer escolher 50 ações de empresas de tecnologia em separado para fazer um comparativo? São tantas variáveis que fica praticamente impossível de comparar. Em um momento você pode dizer que o ativo escolhido não teve uma boa perfomance mas se tivesse sido um outro ativo, o resultado seria diferente.

Vale a pena investir no exterior?

Comparativo ações ou ETF?

Este comparativo que vou mostrar é apenas pra identificar o que aconteceu com meus investimentos após minhas decisões. Não se trata de querer mostrar qual classe de investimento é melhor ou se eu tive prejuízo em uma em relação à outra. No momento das compras eu julguei que aquele ativo seria interessante e por isso coloquei na minha carteira mas pode acontecer de outro ativo ter perfomance muito superior.

Ações e ETF performance 2018

É comum após vermos uma alta em um ativo, ficar imaginando que deveríamos ter comprado mais e que não deveríamos ter comprado aquele outro que ao invés de subir, caiu. Eu mesmo tenho exemplos em minha carteira, comprei GE e ela caiu, vendi com prejuízo e após minha análise e venda, ela despencou mais ainda e ultrapassou 50% de queda.

Por outro lado, comprei GWW que subiu 113% sem contar os dividendos, neste momento poderia até pensar que deveria ter comprado mais, porém como falei, este pensamento não leva a nada a não ser à frustração.

Outro ponto a considerar é o bom momento para as ações americanas desde 2016. Se observamos no ano de 2018, teremos várias ações que subiram mais de 50% sem considerar os dividendos, isso faz com que o mercado de ações fique deslocado dos demais. No primeiro semestre os REIT pro exemplo ficaram bem descontados em relação às ações.

Gráfico comparativo

O gráfico abaixo mostra o comparativo entre ações e ETF entre janeiro a julho de 2018. As variações são praticamente os rendimentos, pois nesse intervalo de tempo eu só fiz um aporte em IBKR, meus maiores aportes em 2018 foram em REIT.

Como os ETF que possuo não distribuem dividendos, não somei os dividendos das ações para formular este gráfico.

Investir em ações ou ETF?
Ações ou ETF?

Podemos perceber que em fevereiro tivemos uma grande queda nas ações e consequentemente nos ETF mas em março as ações subiram bastante e os ETF não acompanharam.

Confira também os 5 passos iniciais para investir no exterior

Conclusão

Um comparativo desses serve apenas como estatística para ver como suas escolhas se comportaram ao longo do tempo. No fim de tudo você pode fazer uma média anual ou bienal ou até mesmo em um quinquênio pra ver os rendimentos das suas decisões, vale lembrar que quanto maior o tempo de investimento, mais fidedigno e linear ficam os rendimentos.

Eu não faço alterações na carteira com base em comparativos entre classes de ativos, as alterações são com base nos fundamentos de cada ativo, sendo assim, nada muda em minha carteira por enquanto.

E você? Já investe em ações ou ETF? Já fez um comparativo para ver quem está “ganhando”. Compartilhe conosco suas experiências.

Se você ainda não investe no exterior, convido a assinar a newsletter e acompanhar os tutorias e as postagens.

Bons investimentos a todos!

BPM

Alex Mendes

Author Alex

Alex Mendes é o autor no site Como Investir no Exterior e do blog bpmilhao.com. Investe no Brasil desde 2007 e no exterior desde 2016.

More posts by Alex
0 0 votes
Article Rating
Inscreva-se
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 Comentários
Novos comentários
Comentários antigos Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luiz Alberto Soares
Luiz Alberto Soares
2 anos atrás

Sim, eu dei uma olhada, e justamente fiquei curioso por ter alocado, dentro dos ETFs, 30% num fundo tão específico como o CSPXJ. Minha estratégia pessoal é 75% no IWDA e 25% no EIMI.

Janota
Janota
3 anos atrás

Olá BPM!
Quais ETFs estão na sua carteira?
Grande abraço!

Luiz Alberto Soares
Luiz Alberto Soares
Reply to  Alex Mendes
2 anos atrás

Grande BPM!

Existe algum motivo específico para você investir, especificamente, no CSPXJ, e querer ter uma exposição maior à Austrália /Hong Kong/Singapura que o que já existe dentro do IWDA?

Translate »
6
0
Que tal deixar seu comentário? Ele será bem vindo!x
()
x
Get our best healthy recipes and nutrition tips straight to your inbox!
Get Healthy Now! Extra Health Updates
Sign Up
Your privacy is important to us