O maior REIT de torres de celular da América Latina – SBA Communications

poradmin

O maior REIT de torres de celular da América Latina – SBA Communications

Olá caros investidores

SBA Communications completa a trilogia dos maiores REIT que operam torres de celular. Na verdade nem deveria chamar de torre de celular uma vez que outros serviços podem ser instalados nelas também. O importante é que SAB Communications, juntamente com American Tower e Crown Castle, são os maiores REIT no ramo.

Estes três REIT trouxeram excelentes retornos ao longo dos últimos anos e como sempre faço, mostro os últimos 10 anos. Neste post você verá como SBA Communications opera e qual foi seu retorno nos últimos 10 anos. Não deixe de assistir também o vídeo no Youtube.

História do serviço de TV a cabo

Os serviço de TV a cabo começaram como a maioria das Start-up começam, tentando resolver um problema existente. Lá nos anos de 1948 em uma pequena cidade dos Estados Unidos, uma pessoa pensou em algo para resolver o problema de sinal de televisão.

Os sinais são abertos mas aquela cidade em especial ficava entre montanhas e o sinal não chegavam às casas. Foi então que um morador resolveu construir uma antena no alto do morro, capturar o sinal e enviar, via cabo, para as casas da pequena cidade. Iniciou-se então os serviços tanto de torres como de TV a cabo. Dai por diante você já pode imaginar até onde isso chegou né.

SBA Communications

A SBA Communications possui e opera milhares de torres nas Américas do Norte, Central e do Sul. Eles constroem torres a pedido de operadoras sem fio, aproveitando a experiência interna em aquisição, zoneamento e construção de sites. O departamento de fusões e aquisições da SBA concluiu com sucesso a aquisição de milhares de torres, em centenas de transações com um valor agregado em bilhões de dólares, para ativos em todos os 50 estados dos Estados Unidos, em todo o Canadá e nas regiões Centro e Sul América.

Sua  reputação de avaliar um portfólio e estruturar rapidamente uma oferta mutuamente benéfica é incomparável. Juntamente com a American Tower e da Crown Castle, das quais já falamos aqui no site, SBA communications é outra gigante no ramos de torres de celular a qual prevejo que se beneficiará com a chegada do 5G.

Seu portfólio inclui torres, prédios, telhados, sistemas de antenas distribuídas (DAS) e pequenas células. Eles suportam tecnologias sem fio que mantêm pessoas, empresas e municípios conectados. Fundada em 1989 e sediada em Boca Raton, Flórida, a SBA possui operações e escritórios nas Américas do Norte, Central e do Sul.

Estão listados na NASDAQ sob o símbolo: SBAC e sua organização também faz parte do S&P 500. Além disso, a SBA está entre um dos 20 principais fundos de investimento imobiliário (REIT) com base na capitalização de mercado.

Como SBA Communications lucra

E como SBAC faz dinheiro? Eles lucram como as demais já apresentadas, ou seja, com alugueis e com desenvolvimento. No que tange aos alugueis, eles arrendam espaços de antenas em suas torres que comportam vários inquilinos e outras estruturas para uma variedade de provedores de serviços sem fio sob contratos de arrendamento de longo prazo.

No Desenvolvimento podem ajudar os provedores e operadoras de serviços sem fio a desenvolver suas próprias redes através da aquisição de terrenos, zoneamento, construção e instalação de equipamentos. Além disso, a SBA trabalha com proprietários para desenvolver e monetizar estrategicamente o potencial de infraestrutura sem fio de seus ativos imobiliários.

Área de atuação

Já vimos que American Tower opera em vários países pelo mundo, Crown Castle apenas nos Estados Unidos e agora, para completar todos os gostos, a SBA que opera nas Américas. Suas principais operações e escritórios estão no Hemisfério Ocidental, que incluem: Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Nicarágua, Panamá, Peru e Estados Unidos e seus territórios.

A demanda por dados móveis está aumentando mais do que a oferta de infraestrutura sem fio, com cerca de 80% de todos os dados sendo originados ou terminados em ambientes fechados. Os usuários móveis estão exigindo acesso a redes acessíveis de qualidade.

SBA Communications data

Para possibilitar isso, as operadoras precisam aproximar as antenas e rádios de seus clientes em prédios e outros locais como por exemplo campos, estádios / arenas, espaço comercial para escritórios, varejo / shopping centers, transportes / aeroportos, instalações externas e instalações externas dentre outras.

Ainda com a demanda dos sinais de 5G, outras torres e células deverão ser criadas para poder transmitir o sinal. O sinal do 3 e do 4G conseguem viajar por distâncias maiores do que o 5G mas são mais lentos. Já o 5G será mais de 60 vezes mais rápido do que o 4G, porém irá necessitar de células mais próximas.

small cells

Crescimento de SBA Communications

Nos últimos 10 anos o papel saiu de 20 para 246 dólares, ou seja, um crescimento de mais de 1100%. Esse crescimento também é devido a praticamente não pagar dividendos. Hoje eles pagam 0,6% apenas contra mais de 3% de Crown Castle. Podemos então perceber que trata-se mais de uma empresa de crescimento do que de dividendos.

Agora vamos comparar os outros dois REIT que já vimos aqui. Vejam que nos últimos 10 anos, SBA foi a que mais trouxe retorno, seguido de American Tower e por último, Crown Castle. Se formos seguir a linha dos dividendos, está certinho, apesar de não ter uma relação tão direta assim.

Esses 3 REIT deram muitos lucros para quem comprou para longo prazo. O crescimento nas telecomunicações foi gigantesco. Saímos do analógico para o digital. Da internet EDGE para o 4G. Da TV analógica para o sinal full HD. Todos estes serviços são transmitidos de antenas.

Conclusão

Não temos dúvidas de que o mundo é tecnológico. Queremos sempre uma internet mais rápida, uma imagem melhor tudo isso de forma rápida. Consequentemente para obter bons serviços, precisamos de infraestrutura. Sendo assim precisamos de investimentos. Todavia muita coisa já passou mas estamos com o 5G à nossa porta necessitando de mais investimentos.

Vimos então que os 3 REIT apresentados cresceram muito nos últimos 10 anos e agora fica aquela pergunta: Será que ainda vai crescer para os próximos 10 anos?

Bons investimentos

BPM

Sobre o Autor

admin administrator

2 Comentários até agora

  • AA40Postado em12:00 pm - out 22, 2019

    Interessante sua pergunta e vai de encontro com meu dilema ultimamente.
    “Será que ainda vai crescer para os próximos 10 anos?”. Indexando você não teria que se preocupar com isso.
    Abcs

      adminPostado em2:37 pm - out 22, 2019

      Pois é AA40, com a chegada das novas tecnologias será que vamos precisar de mais ou menos infraestruturas deste tipo?

      Na minha opinião sim, precisaremos dessas e de outras que esses REIT também podem desenvolver. Só o tempo dirá.

      Abraço.

  • Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.