google.com, pub-4867156501875488, DIRECT, f08c47fec0942fa0
Rússia

Olá, amigos investidores!

 

A Rússia resolveu invadir a Ucrânia sob o pretexto de legitima defesa contra a entrada da Ucrânia para a OTAN mas parece que grande parte do mundo não está concordando com essa invasão. Já estamos no 12º dia de guerra e não temos previsão de um cessar fogo definitivo.

 

O assunto é vasto. Podemos ficar horas conversando sobre as ações, as estratégias, os motivos e as consequências. E por falar em consequências, neste post vou comentar um pouco sobre uma das consequências que a Rússia já está sofrendo, podendo piorar. Trata-se de ser banida do mundo financeiro.

 

Antes de mostrar as consequências para quem investe em ETF, vou comentar rapidamente a opinião pessoal sobre o conflito. Não deixe de participar com suas opiniões também.

A guerra da Rússia contra a Ucrânia

 

Já dei o título da guerra da Rússia contra a Ucrânia, pois é assim que vejo esse conflito. A Rússia, querendo dominar a Ucrânia, invadiu o país sob o pretexto de estar se defendendo de uma possível entrada da Ucrânia na OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte.

 

A OTAN, por sua vez, é um tratado militar entre 30 países onde um deve apoiar o outro em caso de conflito armado. A Ucrânia não faz parte de OTAN e se fizesse, todos os países membros, deveriam envidar esforços para combater a Rússia.

 

Por um lado é isso que a Rússia teme. Que seja pressionada pelos países do ocidente como França, Estados Unidos e Inglaterra. Sendo assim, ela está utilizando este argumento para atacar a Ucrânia.

 

Por outro lado, a Ucrânia quer ter o direito de ser independente e se afiliar onde ela quiser. É um país soberano, com presidente eleito pelo povo e quer ter a liberdade de escolha. No entanto, por acordos realizados no passado, mesmo que não estejam escritos, a Ucrânia havia se comprometido a não ingressar na OTAN.

 

Para não me delongar muito nesse suprassumo do resumo, acredito que a invasão foi excessiva, uma vez que a Ucrânia não entrou para a OTAN. Sou do parecer que todos devem ser livres para escolher o que é melhor para sí.

 

A Rússia invadiu e está destruindo a Ucrânia sob o pretexto de que tem medo que a OTAN a pressione em seu próprio território. Ou seja, já que estou com medo que algo possa acontecer comigo, vou invadir e destruir o seu país.

Sanções econômicas à Rússia 

 

Como o conflito não engloba os países da OTAN, outras medidas estão sendo tomadas pelas principais potências do mundo para tentar conter a guerra. O objetivo é enfraquecer a Rússia, financeiramente, para que diminua seus ataques.

 

Vários países estão apoiando a Ucrânia e retirando apoio, investimentos e até empresas da Rússia. Os Estados Unidos estão inclusive impondo sanções aos oligarcas russos que possuem patrimônio nos EUA.

 

Contas da Rússia foram bloqueadas e por ultimo ela foi retirada do SWIFT que é um sistema de comunicação para receber pagamentos entre países. Sem seu SWIFT, a Rússia fica impedida de receber pagamentos.

 

Claro que Putin não é bobo e tudo isso já foi planejado. Não é à toa que a Rússia possui uma gigantesca reserva em outros e está alinhada (de certo modo), com a China.

 

Essa sanções econômicas destroem a economia do país. Putin se viu obrigado a fechar a bolsa de valores e limitar os saques em dinheiro. Até a cobertura da guerra já foi criminalizada na Rússia. Estão vendo porquê a Ucrânia não quer se aliar à Russia e sim aos países do ocidente?

 

Quanto às empresas listadas em bolsa de valores, vejam, até 02 de março de 2022, as empresas que deixaram a Rússia. Além das apresentadas na imagem, Visa, Mastercard e American Express pararam suas operações no pais, assim coma a Zara e a Samsun.

Rússia e as sanções econômicas

Rússia banida do mercado de ETF

 

Os ETF são instrumentos muito eficientes de investimentos. Eles reúnem diversas empresas em uma cesta e ficam rebalanceando a posição de acordo com o mercado. É um instrumento muito interessante principalmente para o iniciante, pois cobra uma taxa muito baixa.

 

Os ETF de índices, como o SP500, reúnem empresas de um determinado setor ou país para ser oferecido aos investidores. Um desses ETF é o ERUS que investe em empresas russas. No entanto, esta semana tivemos vários anúncios que os índices da Rússia deixaram de receber investimentos.

 

O MSCI, uma das principais empresas que fornece os índices de diversos tipos, anunciou que está retirando a Rússia de todos os seus índices. A BlackRock e o SP Global também anunciaram a exclusão dos ativos russos de seus ETF.

 

Com essa saída do mercado russo dos ETF de países emergentes, abre um espaço para o Brasil crescer. Fiquem de olho.

Rússia vem perdendo espaço em mercados emergentes desde 2008

 

Segundo uma matéria publicada no site da MSCI, a Rússia vem perdendo espaço dentre os países emergentes quando o assunto é ETF. Antes a Rússia ocupava em torno de 10% do índice e agora já estava em torno de 4%.

 

Isso mostra que o próprio mercado já estava excluindo a Rússia ao poucos. Ela que já chegou a ser o quarto lugar na composição dos índices, agora está atrás de países como Taiwan e Índia. Até o Brasil caiu nesse ranking, no entanto, prevejo uma possibilidade de alta nos próximos meses.

Rússia

Considerações Finais

 

Ainda não temos previsão do fim da guerra que a Rússia está empreendendo sobre a Ucrânia, no entanto, estamos vendo a cada dia, as sanções que a Rússia está sofrendo.

 

Ter suas contas bancárias no exterior congeladas, ter dezenas de empresas saindo do seu mercado e deixando de oferecer serviços, ter seu SWIFT retirado para recebimento de pagamentos no mundo e ter os ETF negociados no mundo todo retirando seus ativos, deixa a Rússia em uma posição no mínimo desconfortável.

 

Por mais que Putin tenha se preparado para isso, acredito que ele não tenha tantas reservas assim para sustentar o custo da guerra juntamente com a falta de investimentos e de serviços já consolidados no mundo.

 

Já para os investidores, não muda praticamente nada, uma vez que as gestoras como BlackRock, irão rebalancear seus ETF aumentando assim a participação de outros países como o Brasil.

 

Vamos ver o que nos resta pela frente. Não se esqueça de classificar este post com 5 estrelas e de deixar sua opinião nos comentários.

 

Bons investimentos.

 

Alex.

3.5/5 - (2 votes)
Alex

Author Alex

Alex Mendes é o autor no site Como Investir no Exterior e do blog bpmilhao.com. Investe no Brasil desde 2007 e no exterior desde 2016.

More posts by Alex
Inscreva-se
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários
Novos comentários
Comentários antigos Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rubens
Rubens
7 de março de 2022 13:17

Discordo em algumas coisas. Como Russia iria esperar a Ucrania entrar na OTAN para invadir? Não, ai seria guerra mundial de verdade pq OTAN precisaria entrar para defender eles.
Acho que Putin fez certo. Foi mesma coisa qdo eles colocaram os misseis em Cuba, EUA não ficou quieto e ninguem questionou soberania Cubana, mas claro quando é branquelos de olhos azuis o mundo fica chocado. Qdo EUA destruiu Iraque e Afg ninguem nem comentou….Putin e Xi estao na hora de colocar um basta nos Americanos que todos odeiam

Translate »
2
0
Que tal deixar seu comentário? Ele será bem vindo!x
Get our best healthy recipes and nutrition tips straight to your inbox!
Get Healthy Now! Extra Health Updates
Sign Up
Your privacy is important to us