5GETFETFInvestir no exteriorsemicondutoresTecnologia

10 ETF de Semicondutores

By 12 de março de 2021One Comment

Ola, amigos investidores!

Os semicondutores são essenciais para todo tipo de equipamento eletrônico. Hoje em dia as maiores empresas de semicondutores estão nos Estados Unidos e em Taiwan. Este segmento é muito demandando pela indústria do 5G, mídia, carros autônomos, internet das coisas e muito mais.

Vamos ver neste post, 10 ETF de semicondutores relacionados pelo site ETF.com e minha avaliação sobre quais deles eu considero melhor e qual estou comprando. No fim do post deixarei o vídeo que fiz sobre o assunto com mais informações e gráficos de algumas dessas empresas de semicondutores em específico.

Semicondutores ETF Overview – ETF.com

Pesquisando por ETF de semicondutores encontrei uma área no site ETF.com onde mostra 10 ETF de semicondutores. Como gosto de estudar o segmento, resolvi estudar os 10 ETF apresentados para decidir qual deles eu colocaria na carteira BPM Indexing.

Se você ainda não conhece a carteira BPM Indexing, clique aqui para conhecer. Ela é uma carteira 100% em ETF e focada no longo prazo. Para facilitar toda a operação, eu tenho esta carteira na corretora Avenue. Se você ainda não tem conta na Avenue, clique aqui para abrir sua conta sem nenhum custo e aproveitar os benefícios oferecidos.

Vamos seguir com os 10 ETF de semicondutores apresentado pelo site ETF.com. A imagem abaixo, tirada do próprio site, lista cada um deles. Vamos então tecer comentários sobre eles.

semicondutores

SOXX (NASDAQ:SOXX)

O ETF de semicondutores SOXX é o maior de todos com mais de 5,6 bilhões de valor de mercado. Ele também é gerido pela maior gestora de ETF do mundo, a iShares que é o nome que gerencia os ETF da BlackRock.

Possui rating BBB da MSCI, com score de 5,54 de um total de 10. Cobra taxa de administração de 0,46% e paga um Dividend yield de 0,77%. Possui 29 ativos no portfólio, sendo que os 10 primeiros ativos ocupam 61% do ETF.

semicondutores

O que não me agrada no SOXX é que ele tem a Intel (NASDAQ:INTC) como maior posição, ocupando mais de 9,5% do ETF. A segunda maior é a Broadcom (NASDAQ:AVGO) e eu já comentei dela. Se você ainda não viu, clique aqui. A terceira maior posição é a Texas Instruments (NASDAQ:TXN) que ainda não fiz um vídeo. Somente na quarta posição a gente encontra uma empresa que gosto, a NVIDIA (NASDAQ:NVDA).

As empresas de semicondutores que mais cresceram nos últimos anos estão na sexta e na oitava posição. São elas a Micron (NYSE:MU) e a Taiwan Semiconductor (NYSE:TSM). Se elas estivessem mais bem posicionadas, o ETF teria tido uma performance maior.

SMH (NASDAQ:SMH)

O ETF SMH é o segundo maior ETF com, aproximadamente, 4,5% bilhões de valor de mercado. Sua gestora é a VanEck Vectors. Com relação ao seu rating, está melhor do que seu concorrente de cima. Enquanto SOXX ficou com 5,54, SMH ficou com 7,27 de um total de 10. Isto lhe confere a classificação AA.

Sua taxa de administração é mais baixa também ficando em 0,35% ao ano. Seu Dividend yield também é mais baixo, em torno de 0,66%. Possui 25 ativos em seu portfólio e os 10 primeiros colocados também representam em torno de 61% do fundo.

ETF de semicondutores

Diferente do SOXX, o SMH traz na primeira posição com peso muito alto, em torno de 13,5%, a Taiwan Semiconductor (NYSE:TSM), seguida de NVIDIA (NASDAQ:NVDA). Na terceira posição vem a Intel com peso bem menor do que o SOXX coloca. Já a Micron (NASDAQ:MU) também fica na sexta posição.

Como TSM e Nvidia cresceram muito desde o ano passado, então o SMH teve uma performance um pouco melhor do que o SOXX. De qualquer maneira, ambos são ótimos ETF de semicondutores para se investir.

ETF de semicondutores inversos e alavancados

Pra ser sincero, apenas os dois de cima são interessante para se investir. Ambos são muito parecidos e sólidos. Os ganhos de longo prazo são excelentes e assim você não leva susto.

Acontece que nessa relação de 10 ETF de semicondutores existem 4 ETF que são altamente especulativos. São 2 ETF alavancados e 2 ETF inversos. Os alavancados são: SOXL da Direxion, alavancado em 3 vezes em mercado de alta e com valor de mercado de quase 3 bilhões, e o USD da ProShares, bem pequeno com valor de mercado de 184 milhões apenas.

Já os dois ETF inversos são: SOXS da Direxion, alavancado em 3 vezes em mercado de baixa, e o SSG da ProShares. Ambos são muito pequenos. Enquanto SOXS possui 105 milhões de dólares, o SSG possui apenas 4.

Eu já fiz um vídeo explicando como os ETF alavancados da Direxion funcionam. Todos os 4 ETF acima são muito mais especulativos e arriscados. Os alavancados em 3 vezes podem variar até mais de 30% em um único dia. A não ser que você seja muito experiente e saiba utilizar os ETF alavancados, sugiro não investir neles.

Pequenos ETF de semicondutores

Os demais ETF são muito pequenos e a liquidez acaba ficando comprometida. Após os dois primeiros que são os melhores e os 4 alavancados e inversos que comentei acima, sobraram mais 4 ETF que, juntos, não somam 1,8 bilhões de dólares. São eles: XSD, PSI, KFVG e FTXL.

XSD

O XSD é da gestora SPDR e possui ranking MSCI BBB com nota 4,23 de um total de 10. Possui taxa de administração de 0,35%, Dividend yield de 0,25% e 38 ativos no portfólio. Seu valor de mercado está em torno de 980 milhões de dólares. O retorno médio em um ano foi maior que o SOXX e o SMH, ficando na marca de 110%.

É 100% focado nos Estados Unidos e tem a Synaptics, a SunPower e a Micron como as 3 primeiras posições. Na sequência aparecem ativos como Intel, Skyworks e ON semicondutores. As 10 maiores posições somam, aproximadamente, 35% do ETF.

Vejo que é um ETF que tem futuro mas precisamos dar tempo ao tempo e deixar ele trabalhar. Seu valor de mercado está chegando em 1 bilhão o que já é bem expressivo.

PSI

O PSI é da Invesco e possui rating BB com nota 3,46 de um total de 10. Tem a taxa de administração mais alta com 0,57% e um Dividend yield de 0,19%. Possui 30 empresas em seu portfólio e seu valor de mercado está um pouco acima de 500 milhões de dólares.

O retorno médio no último ano também ultrapassou 100% fechando um pouco Asim de 103%. Também é focado 100% nos Estados Unidos e a Micron é sua primeira posição. As 10 primeiras posições somam 45% do ETF o que mostra um equilíbrio maior nessa divisão.

Com certeza é um ETF que vale a pena o estudo mas sempre sabendo que a liquidez pode ser um problema. A composição das empresas em seu portfólio favoreceu os retornos de curto prazo.

KFVG

O KFVG é o mais diferente de todos os ETF listados aqui. Ele é focado na China seguindo empresas de tecnologia 5G e indústrias ligadas aos semicondutores. Seu gestor é o KraneShares que cobra uma taxa de administração de 0,65% ao ano, ou seja, o mais caro de todos.

Ainda é muito pequeno com apenas 148 milhões de dólares de valor de mercado. Sua classificação pela MSCI demonstra o risco maior sendo considerado CCC, portanto, a pior classificação que existe no MSCI. Além de uma taxa de administração alta, ele ainda não paga dividendos.

ETF

Como podemos ver, dentre as 10 maiores posições no ETF, nenhuma delas é de empresas que estão nos demais ETF, justamente por ser um investimento focado na China. Este ETF é super novo tendo sido criado em 2020. Sua performance também não foi nada boa no ano. Enquanto os demais estão no positivo, o KFVG está -7,1% até agora.

O problema de investir na China é não confiar totalmente nos dados por não sofrerem uma auditoria direta de empresas confiáveis. Muitas empresas possuem participação do estado, o que torna muito nebuloso a coleta de dados.

Eu já comentei de outros ETF para investir na China neste post. Também já comentei sobre a Tencent que é a maior empresa chinesa, oferecendo diversos serviços como redes sociais, meios de pagamentos e ainda investe em pequenas empresas. Ela também tem até uma participação na Tesla.

FTXL

O último ETF é o FTXL. Ele é um pouco diferente por colocar em seu portfólio as 30 empresas de semicondutores mais líquidas no mercado. Sua taxa de administração é de 0,60% e seu Dividend yield é de 0,48%. Ainda é um ETF muito pequeno com valor de mercado de 75 milhões de dólares.

Mesmo sendo muito pequeno, seu resultado de um ano é surpreendente. São 82% de alta no último ano. Ele é focado 100% nos Estados Unidos e as 10 maiores posições somam 61% do ETF.

FTXL ETF

Não tenho uma opinião tão bem formada para o FTXL. Para isto, preciso estudar mais as empresas em seu portfólio. O que pode assustar um pouco é sua liquidez, uma vez que é um ETF de pequeno valor de mercado, ele não é tão solicitado assim. Para quem visa o longo prazo, pode ser bem interessante.

Considerações Finais

Os semicondutores são imprescindíveis para a tecnologia. A tecnologia é imprescindível para a vida humana. Desde aparelhos de elétrons domésticos até aparelhos cirúrgicos precisam de semicondutores e há uma disputa enorme entre EUA e China para deter a maior parcela dessa produção.

Analise bem as empresas e os ETF e não deixe os semicondutores de fora da sua carteira. Esse é o tipo de produto que será necessário em toda a humanidade e podemos acompanhar a alta das empresas. Pense sempre no longo prazo ao investir.

Bons investimentos!

Alex

Alex Mendes

Author Alex

Alex Mendes é o autor no site Como Investir no Exterior e do blog bpmilhao.com. Investe no Brasil desde 2007 e no exterior desde 2016.

More posts by Alex
5 1 vote
Article Rating
Inscreva-se
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Novos comentários
Comentários antigos Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
trackback
2 meses atrás

[…] quanto para celulares. A receita de várias empresas já está na casa dos bilhões. A falta de semicondutores está levando à escassez de consoles no comércio. O PlayStation 5 está em falta assim como o […]

Translate »
1
0
Que tal deixar seu comentário? Ele será bem vindo!x
()
x
Get our best healthy recipes and nutrition tips straight to your inbox!
Get Healthy Now! Extra Health Updates
Sign Up
Your privacy is important to us