google.com, pub-4867156501875488, DIRECT, f08c47fec0942fa0
ação mais antiga

Olá, amigos investidores!

 

Qual a ação mais antiga na sua carteira de investimentos? Você já parou pra pensar nisso e ver o retorno desse ativo? Há quanto tempo você investe no Brasil e no exterior? Você se considera um buy and hold, ou seja, aquela pessoa que compra um ativo e permanece com ele por muitos anos?

Vou mostrar as 3 ações mais antigas da minha carteira de investimentos no exterior e tecer alguns comentários sobre elas. Já te convido a deixar sua opinião nos comentários e também nos dizer quais são as ações mais antigas na sua carteira de investimentos.

Avenue corretora

Você é um buy and hold?

 

Antes de mostrar as ações, pergunto: Você é um buy and hold? Você compra ativos acreditando na valorização ao longo do tempo ou quando ela sobe um pouco você realiza o lucro? Você continua comprando o mesmo ativo se ele subir de preço? Essas são perguntas comuns mas que na hora de pensar pra responder a gente percebe que não somos tão disciplinados assim.

 

Muitas pessoas dizem ser buy and hold. Falam das estratégias de Warren Buffet como se fosse bem simples colocar em prática. Defendem investimentos de longo prazo mas se fizer uma análise da ação mais antiga na carteira, vai ver que não faz tanto tempo assim que foi comprada.

 

Também temos muitos que não investem há longo prazo. Muitas pessoas entraram na bolsa brasileira a partir de 2018 e no exterior, poucas pessoas começaram até hoje. Portanto, um prazo menor do que 5 anos fica até difícil considerar longo prazo, entretanto, ainda assim, podemos ver qual a ação mais antiga na nossa carteira.

 

O fator psicológico nos investimentos

 

Digo isso porque na hora de escolher uma ação temos que analisar se o futuro será promissor. Não obstante ao seu setor de atuação e possível expansão, temos que ver como estão as dívidas, os investimentos, a administração e algumas outras políticas das empresas.

 

Na hora de comprar um ativo sempre temos a impressão que estamos pagando caro mas quando o preço sobe 50%, pensamos o por quê não compramos mais? Essa é a parte da psicologia do investidor. Nossa mente acaba nos pregando uma peça não só quando o ativo sobe e deixa dúvida de não ter comprado mais.

 

Outra atitude que geralmente temos é de vender o ativo quando ele sobe demais. Alguns ativos subiram 10.000 % mas duvido muito que as pessoas que compraram esse ativo não vendeu quando o lucro atingiu 1000%. É assim que funciona a nossa mente. Por isso é sempre bom relembrar os motivos que te levam a vender uma ação.

A ação mais antiga na minha carteira de investimentos no exterior

 

Vou mostrar as 3 ações mais antigas e seus retornos. Algumas delas eu fiz uma única compra e outras eu fiz compras em momentos diferentes. A terceira que é a Apple, além de fazer compras durante 3 anos diferentes, ainda realizei venda duas vezes e ainda assim ela é uma das mais antigas na carteira.

 

Berkshire Hathaway – BRK.B

 

A Berkshire é a ação mais antiga na minha carteira. Comprei em março de 2017. Antes disso eu só realizei algumas compras para testar o sistema. Lembro que quando comecei a investir no exterior, não existia nenhuma dessas corretoras totalmente em português, corretagem grátis ou qualquer outro benefício para o investidor brasileiro.

 

Como o bom velhinho Warren Buffet é um dos maiores investidores do mundo e como eu estava iniciando uma carteira de longo prazo, nada melhor do que começar com um ativo que tem uma ótima gestão para depois me lançar em ativos mais arriscados.

 

Comento bastante sobre isso no Curso Como Investir no Exterior – Rumo a sua Independência Financeira Global. Ao construir uma carteira de investimentos você precisa montar a base da carteira com ativos sólidos e resilientes. Foi o que eu fiz, comprei BRK.B e hoje conto com uma rentabilidade de 74%.

 

Ao todo foram duas compras feitas no ano de 2017 e de lá para cá não comprei mais. Entretanto, essas duas compras foram grandes e BRK.B ocupa, aproximadamente, 11% da minha carteira.

 

Minha estratégia é manter esse investimento por muitos anos à frente. Apesar de não pagar dividendos, considero que a rentabilidade no longo prazo é relevante. Se for dividir os 74% de lucro pelos 4 anos de investimento, daria uma média de 18,5% ao ano. Isso tudo sem considerar a alta do dólar.

CVS Pharmacy – CVS

 

A CVS é a segunda ação mais antiga na minha carteira no exterior. Comprei ela juntamente com a Berkshire. Meu racional na época foi por conhecer o case da empresa e ter estudado um pouco mais. Afinal, são centenas de lojas espalhadas pelos Estados Unidos.

 

Para quem conhece a CVS sabe que ela não é apenas uma farmácia mas sim um mini mercado. Lá você encontra de tudo, inclusive bebidas e petiscos. Os preços são competitivos com os concorrentes e sempre tem promoção.

 

Eu fiz apenas uma compra em 2017 mas fiz outras 3 compras sendo uma em 2019 e duas em 2020. No ano da pandemia vi muitas ações excelentes sendo negociadas a um preço muito bom. No caso da CVS eu resolvi aumentar um pouco a posição aproveitando a queda dos preços.

 

Atualmente estou com 45% de lucro sobre o preço médio. Se for considerar 4 anos de investimentos, o que não aconteceu porque fiz compras também há apenas um ano, meu retorno médio fica em 12,5% ao ano. É um retorno excelente para uma empresa como a CVS.

 

Vale lembrar que CVS paga dividendos regularmente na casa dos 0,50 centavos. Além de ter subido os 45% ainda recebi dividendos desde a primeira compra. A princípio pretendo continuar com a CVS por um longo período. O case é interessante, a empresa é resiliente, já passou por várias crises e ainda assim está em busca de melhorias.

Apple – AAPL

 

A Apple é a terceira ação mais antiga na minha carteira. Apesar de ter comprado Apple em 2017, já fiz outras compras e até vendas ao longo desses 4 anos. Apple foi um daqueles cases de subir muito repentinamente que valia a pena realizar uma parte do lucro.

 

Entretanto, em 2019, a empresa sofreu bastante com um “boicote” chinês. Contudo, a força da empresa e a qualidade de seus produtos, fizeram a Empresa superar esse “boicote” e atingir não só a marca de 1 trilhão como a de 3 trilhões de dólares.

 

Mesmo tendo comprado e vendido durante esse período, nunca fiquei zerado de Apple. Meu preço médio é de $ 44,52, o que me retorna, atualmente, 300%. Importante frisar que quando realizei parte do lucro, este dinheiro foi para outra empresa que também atingiu 300% de lucro, a Palo Alto Networks.

 

Apple paga dividendos, porém é menos de 1% atualmente. Sua receita é muito grande assim como seu caixa. A Empresa é um exemplo de gestão, inovação e de manter lucros altos a cada produtos que é relançado. Seus serviços de música, cloud, TV e outros, estão crescendo cada vez mais.

 

Somente a receita dos fones de ouvido, os airpods, já é maior do que muitas empresas americanas como a Adobe, AMD, Twitter e Nvidia. É impressionante como a Apple consegue ter margens altíssimas e uma escala mundial na distribuição dos seus produtos.

 

Continuarei comprado em Apple para longo prazo. Não pretendo realizar lucro novamente mesmo tendo ela ocupando 12,4% da minha carteira. Minha estratégia é aumentar aportes em outras empresas para que ela diminua seu tamanho mas com tanta receita positiva, me parece mais que ela vai continuar subindo.

Considerações Finais

 

Como sempre, os posts aqui não são recomendação de compra ou venda. O que trago aqui são reflexões para que você analise sua carteira de investimentos. Essas foram as 3 ações mais antigas na minha carteira de investimentos no exterior e considero que todas elas estão me dando ótimas rentabilidades.

 

Para ser um buy and hold precisamos ficar com a ação por muitos anos. Considero que acima de 7 anos já podemos classificar como longo prazo, uma vez que julgo que os investimentos serão feitos para a vida inteira.

 

Mesmo eu que comecei a investir em 2016 mas só consolidei a carteira no início de 2017, ainda me considero um médio prazo quando olho para esses ativos. Se nesse médio prazo o retorno está ótimo, espero que no longo prazo estejam excepcionais.

 

E você? Me diga nos comentários qual a ação mais antiga na sua carteira e por quê?

 

Bons investimentos.

 

Alex.

Curtiu? Avalie post
Alex

Author Alex

Alex Mendes é o autor no site Como Investir no Exterior e do blog bpmilhao.com. Investe no Brasil desde 2007 e no exterior desde 2016.

More posts by Alex
Inscreva-se
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Translate »
0
Que tal deixar seu comentário? Ele será bem vindo!x
Get our best healthy recipes and nutrition tips straight to your inbox!
Get Healthy Now! Extra Health Updates
Sign Up
Your privacy is important to us