Vendi ⅓ das minhas ações da Apple

Vendi ⅓ das minhas ações da Apple

14 de fevereiro de 2020 7 Por admin

Olá amigos investidores!

Hoje vendi ⅓ das minhas ações da Apple e vou colocar aqui o meu racional e os preços de compra das ações ao longo dos anos. Fato é que, vendendo ⅓ das ações da Apple, realizei um excelente lucro que, no momento, virou caixa.

Eu sou fã da Apple e já falei da Empresa em outras situações. A primeira foi quando eu fiz o post perguntando se valia a pena investir em Apple. Naquela ocasião o preço da ação tinha caído muito, não deixe de conferir. Em um segundo momento falei sobre o forte crescimento no resultado trimestral da Apple. Também fiz um vídeo sobre este crescimento.

Quando comprei minhas ações da Apple

Eu comecei a comprar ações da Apple em 2017. Minha primeira compra foi em 24 de outubro de 2017 quando paguei $157,00 pelas ações. Depois fiz outras compras conforme a tabela abaixo.

DataPreço
24/10/2017$ 157,00
17/10/2018$ 221,00
21/11/2018$ 177,59
10/12/2018$ 168,00
18/01/2019$ 157,00

Reparem que no final de 2018 e início de 2019 eu fiz 4 compras praticamente seguidas. Isto foi devido àquele resultado que veio abaixo do esperado por conta da diminuição na venda de iPhones na China. As ações da Apple caíram de mais de $230 para próximo de $150. Foi neste momento que vi uma oportunidade e resolvi aumentar posição.

Apesar de as ações terem caído bastante, a Apple é uma empresa muito resiliente, com grande caixa e muito inovadora. Ela provavelmente iria superar aquele momento, entretanto, era preciso cautela nos próximos resultados. Naquele momento meu preço médio passou a ser de $182,50.

Tamanho da Apple na carteira de ações

Após as compras de 2018 e 2019, Apple passou a compor um percentual grande na minha carteira e era hora de ficar de olho. Contudo, caso melhorassem seus resultados, minha carteira iria ter um grande upside. No gráfico abaixo podemos ver o quanto Apple representava na minha carteira em fevereiro de 2019.

ações da Apple

Como podemos ver, Apple representava 25% do total da minha carteira de ações. Apesar de ser uma grande parcela, Berkshire também ocupava 25%, ou seja, as duas juntas somavam 50% na minha carteira. As duas são excelentes empresas entretanto, o risco estava alto.

Já no gráfico abaixo podemos ver o crescimento no preço das ações da Apple desde outubro de 2017 quando fiz a primeira compra. Percebam que as setas vermelhas são as datas, aproximadamente, de quando comprei.

apple

No último fechamento que foi no mês de janeiro, Apple já ocupava 33% da minha carteira sem que eu tivesse comprado mais nenhuma ação. Por outro lado, Berkshire teve sua posição reduzida para 20%. Sem contar que eu comprei outros ativos no período. Cabe ressaltar que no fechamento ela custava $309 e hoje quando vendi custava $324,99.

ação da Apple

Quando vender uma ação?

Algumas pessoas perguntam quando vender uma ação, entretanto não existe exatamente uma receita pronta. Portanto, para vender uma ação, você deve criar alguns critérios próprios. Em primeiro lugar eu tenho como critério não manter uma posição muito grande de um mesmo ativo na carteira.

Partindo desta premissa eu já vendi alguns ativos conforme mostrei aqui. O mais recente foi AWR onde também vendi ⅓ lucrando mais de 80% em menos de 3 anos. Já no Brasil, usei esta estratégia com a Bradesco e Mdias Branco conforme mostrei neste post.

Hoje, com Apple ocupando mais de 34% da minha carteira de ações; com mais de 100% de alta em 2019; após ter pagado dividendos este ano e ter seu preço no teto histórico, resolvi então, me desfazer de ⅓ e manter o restante.

Outro motivo que ajudou na decisão foi o cenário atual. Não vou mentir que o coronavirus preocupa o mercado mas eu não venderia somente por causa disso. A grande alta nos mercados por mais de 11 anos também soma um ponto. Foi juntando todos estes elementos que decidi vender.

Algumas pessoas irão dizer que se sou Buy and Hold, não deveria vender, no entanto, ser B&H não quer dizer que você não possa vender nunca. Além do mais, o principal motivo da venda foi para rebalancear a carteira, o que consequentemente, fez eu realizar um lucro em torno de 80%, desconsiderando os dividendos.

Conclusão

Conforme falei mais acima, você deve criar seus critérios para vender uma ação. O que trouxe neste post foi apenas o relato dos meus pensamentos e da minha estratégia mas isso não quer dizer que você deva fazer o mesmo. Lembre-se de que este site não recomenda compra ou venda, apenas apresenta conteúdo educacional.

Analise o cenário atual, revise sua carteira, crie seus critérios e mantenha sua carteira de acordo com sua estratégia. Não copie a estratégia de outras pessoas. Por fim, deixe nos comentários o que achou da venda e o que você faria no meu caso.

Bons investimentos.

BPM