Olá, amigos investidores!

Quais são os riscos da AT&T? Se você pesquisa sobre bons investimentos e, principalmente, sobre as principais pagadoras de dividendos e sobre as Dividends Aristocrats, já deve ter lido alguma coisa sobre a AT&T. Neste post, vou falar um pouco sobre os riscos da AT&T que muitos comentam, entretanto, o tempo passa e tudo continua na mesma.

Se você acha que a AT&T é apenas uma empresa de telefonia, você precisa assistir o vídeo abaixo!

A AT&T

A AT&T é uma mega empresa de telecomunicação e entretenimento. Atua nos segmentos de telefonia celular, wireless, está implantando o 5G, é dona da DirecTV, HBO e Time Warner e opera também na América Latina, principalmente, no México. Além de pagar altos dividendos, o que hoje em dia está em torno de 7%, ainda é uma Dividend Aristocrat, ou seja, paga dividendos crescentes e ininterruptos por 37 anos consecutivos.

Seu último resultado trimestral foi em linha com o que eu esperava, uma vez que estamos em época de Covid 19. Algumas pessoas desacreditam a AT&T por não ter um crescimento como outras no período de pandemia e por alguns penduricalhos que eles possuem e que comentarei mais a frente.

No entanto, eu vejo a AT&T como uma empresa que está em seu curso natural. Melhorando suas operações, com um mercado promissor à frente, diminuindo dívidas, pagando sólidos dividendos e se mantendo uma Aristocrat.

 

Avenue corretora

Como podemos ver na imagem abaixo, as assinaturas da HBO cresceram impulsionadas pelo HBO Max, o que é uma via promissora de ganhos da AT&T. Seus concorrentes são, principalmente, a Disney e a Netflix. Lembrando que muitos seriados renomados são da HBO, como o famosíssimo Games of Thrones e Westworld.

A parte de telefonia também aumentou atingindo o maior patamar dos últimos 10 anos. Em um total de, aproximadamente, 1,5 milhões de novos contratos, 1,2 milhões foram de telefones pós pagos. Também teve um belo aumento em serviços de banda larga via fibra ótica aumentando sua participação no mercado.

Outra receita que aumentou no período foram os anúncios. Com a pandemia, as pessoas ficaram mais em casa, assistiram mais TV e as empresas acabaram investindo em propagandas. É o novo normal.

At&t

Os riscos da AT&T

Porém, muitas pessoas falam dos riscos da AT&T e aqui trago alguns dos riscos. O primeiro risco é o Covid-19 que assombra muitas empresas e a maioria dos REIT. AT&T não foi imune à pandemia. Seu lucro por ação ajustado sofreu uma pequena baixa, bem como a receita total saindo de 46,8 bilhões de dólares para 45,7.

Outra área que teve um resultado menor do que o anterior foi o segmento de roaming. Como as pessoas estão ficando muito mais em casa, houve uma redução nas viagens e, consequentemente, no uso de celulares em roaming. Pode parecer que isso não geraria um impacto mas acaba gerando.

Esses foram os risco mais relacionados ao Covid-19, mas a AT&T apresenta outros riscos e já faz um bom tempo. Ela é dona da DirecTV que não traz lucros, custou muito caro e muitos investidores reclamam disso. Também, comprou a Time Warner por um valor alto aumentando mais ainda sua dívida.

Atualmente, a AT&T tem uma dívida aproximada de 150 bilhões de dólares e somente 10 bilhões em caixa. Essa dívida era ainda maior, mas com o tempo os riscos da AT&T vieram diminuindo, juntamente com as dívidas. Para se ter uma ideia, a AT&T reduziu sua dívida líquida em mais de 30 bilhões desde sua última compra que foi a Time Warner. Se continuar neste ritmo, será um excelente ativo para se ter em carteira. Lembrando que o fluxo de caixa livre em 2020 foi aproximadamente 27,5 bilhões de dólares.

Dividendos da AT&T

Os riscos da AT&T não incluem riscos dos dividendos. A AT&T é uma Aristocrat e aumenta a cada ano o pagamento de dividendos e isso não parece ser um problema. Atualmente, o DY está em torno de 7% pagando 0,52 centavos por trimestre. O preço da ação está girando em torno de $29.

Quando digo que os dividendos não correm grandes riscos é porque o payout da AT&T está em praticamente 55%. Isso garante que os dividendos sejam pagos e que ainda haja margem para aumentar ano a ano, nem que seja um centavo por ano. Por “sobrar” dinheiro no caixa livre, mesmo depois de já fazer alguns investimentos, a AT&T ainda dispõe de dinheiro para outras aquisições.

Comprar AT&T é um bom negócio?

AT&T é uma gigante do setor de telecomunicações e entretenimento, como citei acima. Em tempos de pandemia, vimos ativos subindo muito rápido como o Zoom (ZM). Algumas pessoas surfaram essas ondas e muitos surfaram por sorte e não por descobrirem novos investimentos. Esse surf que muitos tiveram acabou tirando muitos da realidade e agora só querem ativos que tenham subido 300%.

AT&T não vai trazer gigantescos lucros. Ela vai se manter consistente, diminuindo sua dívida, implantando seu 5G, investindo na HBO Max, dentre outros produtos. Há uma grande pressão por diminuir sua dívida e comentei neste post sobre isso. A gestora Elliot Management de Paul Singer, escreveu uma carta dizendo o que a AT&T deveria fazer para melhorar suas contas. Eles investiram alguns bilhões nela.

AT&T é uma Aristocrat, paga mais de 7% de dividendos anuais, tem um payout de menos de 60% e vem reduzindo divida. Tem P/L menor do que 10, EV/Sales de apenas 2,27 e um beta de 0,8. Suas operações na América Latina, principalmente no México, vêm crescendo apesar de a receita total ter diminuído. Portanto, AT&T é uma opção de investimento que possivelmente não triplicará de tamanho, possui um certo risco que está sendo mitigado, mas que pode trazer bons lucros no futuro.

 

Considerações Finais

Em tempos de pandemia e home office, vimos muitos ativos dispararem de preço como Fastly, Fiverr, Palo Alto Networks e Skyworks. Isso acabou deixando a gente mal acostumado e passamos a olhar ativos “normais” com maus olhos. AT&T é um case normal que vem melhorando sua gestão e diminuindo suas dívidas sem afetar seus dividendos.

Se você quer um ativo que seja resiliente em sua carteira, talvez possa considerar ter AT&T. Eu coloquei ela na carteira BPM High Dividends quando custava $38 e adicionei mais algumas ações em janeiro.

Considerando tudo o que comentei, ainda acho que a exposição de AT&T na minha carteira é válida, mas sempre mantendo o controle para não fugir da alocação definida. E você? O que acha de AT&T? Furada ou oportunidade? Deixe nos comentários sua opinião.

Bons investimentos.

Alex

Alex Mendes

Author Alex

Alex Mendes é o autor no site Como Investir no Exterior e do blog bpmilhao.com. Investe no Brasil desde 2007 e no exterior desde 2016.

More posts by Alex
0 0 votes
Article Rating
Inscreva-se
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários
Novos comentários
Comentários antigos Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Diego
Diego
4 meses atrás

Estava estudando a AT&T para colocar em carteira, a dívida saltou aos olhos. Quando vi a geração de caixa + diminuição da dívida nos últimos anos, fiquei mais tranquilo. Vai ser a minha próxima compra! 🙂

Translate »
2
0
Que tal deixar seu comentário? Ele será bem vindo!x
()
x
Preencha os dados abaixo e baixe gratuitamente seu e-book
Baixar e-book agora
Conheça as principais corretoras no exterior e abra sua conta hoje mesmo!
Fique tranquilo, seu e-mail nunca será repassado para terceiros!
Get our best healthy recipes and nutrition tips straight to your inbox!
Get Healthy Now! Extra Health Updates
Sign Up
Your privacy is important to us