Arquivo de tag Como viver de Dividendos

poradmin

Vale a pena investir em EPR Properties?

EPR Properties é um dos maiores REIT de entretenimento dos EUA mas uma das maiores dúvidas que mais paira na cabeça de quem investe ou pensa em investir é se vale a pena investir no exterior ou não. Quando falamos em exterior falamos no mundo todo mas este post em específico vai tratar de um REIT nos Estados Unidos.

Eu fiz esse estudo de caso em maio no blog BPMilhao e agora estou atualizando e postando aqui para manter os registros e trazer o debate com vocês. Para quem quiser saber mais, tem outros comparativos no blog e com o tempo vou postando aqui também. Tem um comparativo com a Exxom Mobil também.

O estudo para saber se vale a pena ou não investir em EPR Properties pegou os últimos 10 anos e com isso vamos ver se valeu a pena e se, talvez, valerá a pena investir desta maneira pelos próximos 10 anos. A ideia é ver nesse intervalo de 10 anos passados, quantas cotas foram compradas e quanto por mês poderíamos estar recebendo de dividendos hoje e se daria pra viver de renda no exterior.

Para quem quer viver de dividendos no futuro o ideal é reinvestir os dividendos e desta forma os juros compostos trabalham mais ainda pra você e o tempo de acumulação pode ser diminuído. Neste estudo eu reinvesti os dividendos pelos 10 anos.

Parâmetros utilizados para investir em EPR Properties

Para a realização do estudo foi necessário estabelecer alguns parâmetros como seguem:

  • Utilizei o valor de aportes de R$ 3.000,00 mensal;
  • Corrigi os aportes pela inflação anual, ou seja, a cada janeiro teve a correção da inflação no ano anterior e mantive os aportes até dezembro (exemplo, montante em R$3000 mil mensal, a inflação do ano foi 5%, então o montante mensal para o ano vindouro será 3150);
  • Fiz o cálculo da compra de EPR considerando o valor de fechamento mensal mostrado pelo investing.com;
  • Utilizei o dólar de compra do primeiro dia útil de cada mês retirado do site uol.com.br
  • Em todos os meses arredondei o valor para baixo para compensar o custo de manter a conta no exterior e também da remessa do dinheiro para fora e a corretagem, considerei apenas a quantidade exata de cotas, dependendo da sua forma de enviar o dinheiro e qual seu banco, taxa mensal da conta e corretora podem ter ficados bem aproximados;
  • Somei o valor dos dividendos no valor do aporte mensal. Desta maneira peguei aquele aporte em reais, o que comecei com R$ 3.000,00 e fui corrigindo com a inflação e converti pra dólar. O valor em dólar eu somei os dividendos líquidos ganhos no mês anterior.  E assim fui somando durante os 10 anos

Quantidade de cotas compradas:

A tabela abaixo mostra o início em maio de 2008 e término em outubro de 2018 somando assim 10 anos e 5 meses. Vamos entender as colunas:

  • Aporte: valor a ser aportado mês a mês;
  • Inflação: valor a ser acrescido em janeiro do ano seguinte. Não considerei a inflação mensal e sim a anual;
  • Dólar R$: Valor de compra do dólar no primeiro dia útil do mês;
  • Conversão U$: quantidade de dólar do aporte convertido ao dólar da coluna anterior;
  • Cotação U$ EPR: Valor da cotação de acordo com o site investing.com. No gráfico de 10 anos, os candles mostram um único valor por mês e foi o valor que utilizei;
  • Quantidade de cotas: quantidade de cotas compradas no mês;
  • Dividendos: valor dos dividendos recebidos. Notem que até fevereiro de 2013 os dividendos eram pagos trimestralmente e depois passou a ser mensal;
  • Total bruto: Total recebido em dividendos sem descontar os 30% de imposto;
  • Total líquido: Total recebido em dividendos descontando os 30% de imposto;
  • Valor carteira: Valor da carteira multiplicando a quantidade de cotas do mês anterior ( sem considerar compras do mês atual) pelo valor da cota do mês. Exemplo: O valor da carteira de junho de 2008 é igual a 33 cotas (compradas em maio) vezes o valor da cota em junho U$ 49,44. Deste modo sei qual o valor da carteira que estou iniciando o mês;
  • % mensal bruto: É a porcentagem dos dividendos recebidos em relação ao valor da carteira no mês sem descontar os 30% de imposto;
  • % mensal líquido: É a porcentagem dos dividendos recebidos em relação ao valor da carteira já descontado os 30% de imposto.

Veja agora como abrir conta em uma corretora americana para começar a operar no exterior.

EPR Properties

Vejamos a tabela contendo todos os dados desde maio de 2008.

Investir em REIT
EPR
EPR Properties
Investir em EPR Properties

Podemos perceber que houve uma grande variação no valor da cota e quem fica comprando e vendendo fazendo trade ou swing trade, deve ter tido uma variação grande.

Podemos reparar também que o valor de outubro de 2018 está praticamente igual ao de julho de 2016, ou seja, tivemos ai uma oportunidade de aumentar posição comprando mais cotas por preço menor e aumentar os dividendos mensais.

Salário Minimo

Salário Mínimo

Podemos perceber que o salário mínimo saiu de R$ 415,00 para R$ 954,00, ou seja, um aumento de aproximadamente 129%. O aporte de outubro de 2018 foi de R$ 5.359,60, ou seja, 78% maior que o de maio de 2008 que foi o primeiro de R$ 3.000,00.

Teoricamente conseguiríamos corrigir os aportes pela inflação. Sei que é difícil, pois temos outras contas a pagar e o preço dos produtos não acompanha exatamente essa variação. A inflação é o maior vilão dos aportes.

Conclusão

Ao final de quase 10 anos e meio teríamos acumulado mais de 415 mil dólares gerando mais de 1500 dólares por mês apenas com dividendos recebidos mensalmente de EPR Properties. Será que é suficiente para viver sem trabalhar? Não sei, ai teríamos que entrar em outros assuntos relacionados à custo de vida e lugares para viver.

Fato é que no longo prazo, mesmo passando por uma crise, investir em EPR Properties me parece vantajoso e ter disciplina de aportes independente do valor do dólar ou da cotação da ação é fundamental. 

O estudo não visou outros tipos de investimentos. Sabemos que existem outros REIT que pagam mais ou até mesmo stocks que tiveram aumento de mais de 300%nos últimos 10 anos. O Estudo foi somente sobre investir em EPR Properties e se valeria a pena fazer isso pra viver de dividendos.

Bons investimentos!

BPM

poradmin

Você sabe o que é Dividend Aristocrats?

Você já ouviu falar em Dividend Aristocrats? Sabe o por quê de escolher boas empresas pagadoras de dividendos? Vamos ver um pouco sobre essa política de dividendos nos Estados Unidos 🇺🇸 e a classificação das empresas quanto aos dividendos.

Dividend Aristocrats

É a definição das empresas que compões o S&P500 e  que pagam dividendos crescentes há mais de 25 anos consecutivos. Ou seja, uma empresa precisa aumentar seus dividendos por pelo menos 25 anos para ser considerada uma Dividend Aristocrats.

Para que uma empresa torne-se uma Dividend Aristocrats, ela tem que passar por crises, furacões, tormentas, mudanças de governos, guerras e mais um monte de coisa que pode influenciar em uma economia, sem abalar sua distribuição de dividendos.

É necessário uma excelente gestão para manter o caixa da empresa em condições de atender por um tempo essa exigência. Por isso as vezes vemos o caixa aumentando, os lucros também mas os dividendos não acompanham. Atualmente diversas empresas cresceram bastante mas os dividendos cresceram em uma média muito menor.

A Estratégia dos Dividendos

Nos Estados Unidos há uma estratégia de investir em empresas para receber dividendos, sendo assim pouquíssimas ações não pagam dividendos trimestrais como o caso da Berkshire Hathaway de Warren Buffet. Não distribuir dividendos nos EUA é praticamente a morte de uma ação.

Pior que não distribuir dividendos talvez seja reduzir os mesmos. Os investidores americanos não gostam de ver seus dividendos trimestrais serem reduzidos e isso faz com que a cotação das empresas despenquem. Um grande exemplo de má gestão que está levando a empresa a diminuir dividendos e já reduziu mais de 60% o preço na cotação nos últimos anos é a General Electric (GE).

Veja aqui como abrir conta em corretora nos Estados Unidos

Grainger – GWW

Vamos ver um exemplo de uma empresa que faz parte do Dividend Aristocrats há mais de 46 anos. Essa á a Grainger – GWW. para verem um pouco mais sobre ela, clique aqui, aqui e aqui.

Dividendos crescentes, dividend aristocrats

A GWW vem aumentando seus dividendos constantemente mesmo tendo sofrido duras baixas na cotação de suas ações ao longo do tempo. A última baixa foi em 2017 onde chegou a valer o mesmo que outubro de 2011. Percebam que em 2011 ela pagava $0,66 por trimestre e em 2017 pagava $1,28, ou seja, mais que o dobro.

O gráfico abaixo mostra a evolução de GWW ao longo de 10 anos. Reparem que a crise de 2008 não entrou no gráfico mas tivemos uma grande baixa em 2017. A recuperação após 2017 até os dias de hoje está além do normal.

GWW Grainger Dividend Aristocrats

No gráfico podemos ver 5 pontos mais distintos durante esses 10 anos em que a cotação da empresa sofreu mas os dividendos não.

Lista das empresas Dividend Aristocrats

A lista das ações Dividend Aristocrats você pode encontrar facilmente na internet, basta ir ao Google e digitar mas deixo aqui o site do SureDividend.com que é um dos maiores no assunto e traz um excelente resumo. 

Como eles estão constantemente atualizando os índices, dividendos pagos e muitos outros dados das empresas boas pagadoras de dividendos, deixo aqui o link para a lista das empresas nesta categoria. Lá é possível baixar a planilha com todas as empresas e filtrar por premissas que você escolher.

Atenção, nem sempre uma empresa que está na categoria Dividend Aristocrats é uma excelente empresa para se comprar sempre. Devemos analisar o momento de entrar no papel e o próprio exemplo é da GWW. Será que ainda vale a entrada nela após todas essas altas?

Dividend King

Se você gostou de ver empresas que pagam dividendos crescentes há mais de 25 anos, o que dizer então de empresas que pagam dividendos há mais de 50 anos? Pois fique sabendo que existe e são chamadas de Dividend King.

Se em 25 anos tivemos crises, guerras, tornados, risco políticos e muita coisa que podia influenciar na economia, o que dizer de 50 anos? Essas empresas são muito resilientes e para manterem este status, precisam ser muito boas em tudo.

Quer saber quais empresas pagam dividendos há mais de 50 anos? Já ouviu falar em 3M (MMM)? Em Procter & Gamble (PG)? Em Johnson & Johnson (JNJ)? Colgate- Palmolive (CL)? E uma tal de Coca Cola (KO)? Então, estas são algumas das empresas que pagam dividendos ininterruptos e crescentes há meio século.

Dividend Kings, os reis dos dividendos
Gráfico retirado do site www.simplysafedividends.com

Claro que a lista vai diminuindo e agora são menos de 30 empresas que conseguem ter essa marca em sua administração. A lista completa também pode ser vista no mesmo site clicando neste link.

Dividendos por mais de 100 anos

Além de empresas que pagam dividendos ininterruptos e crescentes por mais de 25 e 50 anos, existem ainda empresas que pagam há mais de 100 anos! Black & Decker (SWK) e Exxon Mobil (XOM) são duas empresas desta categoria.

Dividendos constantes e crescentes por mais de 100 anos garante renda para três gerações de uma família. Imagina você que se avô tivesse comprado ações lá em 1920?! Até hoje estaria recebendo dividendos tendo repassado de geração a geração.

Claro que a ideia é aproveitar a vida e os rendimentos, então ele teria gastado grande parte mas mesmo assim ainda é possível deixar um bom patrimônio de herança para aqueles que assim desejarem. Dentro dessa linha de raciocínio, quanto antes você começar a comprar boas empresas pagadoras de dividendos, melhor pra você no futuro.

Conclusão

Investir em boas empresas pagadoras de dividendos é uma estratégia adotada pela maioria dos investidores americanos e que tem crescido bastante no Brasil.

Empresas resilientes às oscilações na economia, nos desastres, nas guerras e na política conseguem realizar uma boa administração e elevar o pagamento de dividendos ao longo dos anos.

Estudar essas empresas e investir seu capital ao longo do tempo garante renda passiva no futuro levando você à uma aposentadoria mais tranquila e segura. Para quem não gostas das emoções de outros tipos de investimentos, as empresas Dividend Aristocrats são uma excelente alternativa.

Bons investimentos a todos!

BPM