Arquivo de tag dividendos

poradmin

BlackRock BLK

A maior gestora de recursos do mundo chama-se BlackRock. Criada em 1988 a empresa gerencia hoje mais de 6 trilhões de dólares e tem valor de mercado de mais de 65 bilhões de dólares.

Com mais de 70 escritórios em 30 países, a BlackRock atende mais de 100 países ao redor do mundo possuindo ETF específicos em vários países como Hong Kong, Singapura, Suíça e Brasil.

Tem como braço forte a subsidiária iShares que gerencia ETF no mundo todo com baixa taxa de administração. A BlackRock teve seu IPO em 1999 a um preço de $14 e hoje suas ações passam de $400.

Nos últimos 5 anos seu crescimento foi de mais de 8% no ganhos e seus dividendos vem crescendo ano a ano também. Seu Yield é pouco mais de 3% e tem possibilidade de aumentar ao longo do tempo.

Para saber mais sobre a BlackRock, assistam ao vídeo. Se você ainda não está inscrito no canal, não esqueça de se inscrever e ativar o sininho para receber as atualizações e os novos vídeos.

Vejam também o vídeo sobre EPR Properties

Bons investimentos!

BPM

poradmin

REIT – EPR Properties

Vamos falar de um dos maiores REIT dos Estado Unidos. Eu já havia falado sobre EPR Properties em um estudo de caso que tinha feito sobre compras mensais durante 10 anos. Vocês podem consultar o estudo neste link. Mas agora vou detalhar um pouco mais.

Também fiz um video com a maioria das informações apresentadas aqui e no post já mencionado. Se ainda não assistiram ao vídeo, basta clicar neste link para terem acesso. Não se esqueçam de se inscreverem e comentarem no canal.

Portfólio de EPR Properties

Em primeiro lugar vamos ver o tamanho deste REIT. Ele possui 6,7 bilhões de dólares em investimentos mas seu valor de mercado já passa de 8 bilhões com receita líquida anualizada de 580 milhões de dólares.

Portfolio EPR Properties

Está distribuído em 391 lugares com mais de 250 inquilinos em 43 estados nos Estados Unidos, Distrito de Columbia além do canadá

Área de atuação

EPR Properties atua basicamente em três áreas, uma de entretenimento, outra de recreação e outra de educação.

Na área de entretenimentos podemos ver que ele atua com 158 salas de cinema, 11 centro de entretenimentos familiares e 7 centros de varejo, compras, lojas.

EPR Properties

Na área de recreação possui 32 complexos de Golf, 12 áreas de ski, 21 atrações como parques, piscinas com ondas e mais 10 outros tipos de recreação como o túnel de vento, uma diversão bem legal para família e um treinamento excepcional para os paraquedistas.

EPR Properties
REIT

Mas não é só isso, além de entretenimento e atrações, atua também na área de educação com escolas públicas, privadas e creches. 

Investir em REIT

Na imagem do mapa abaixo podemos ver cada estabelecimento que faz parte do REIT. Desde escolas até cinemas passando por campos de golfe, tudo está listado no site e vocês podem acessar cada um deles diretamente para ver a localização.

Os vermelhos são de entretenimentos, os verdes de recreação e os laranjas de educação. Notem que estão divididos por todo o territórios dos Estado Unidos. A diversificação do REIT é muito boa.

Investir nos Estados Unidos

Receita de EPR Properties

Ja na imagem abaixo podemos ver de onde vem a maior parte da receita. Observem que entretenimento ainda é o que mais traz receita para o EPR Properties com um total de 48%.

Será esta dependência do entretenimento em praticamente 50% da receita, um problema para o REIT? Façam a analise de vocês mas não antes de assistirem ou lerem sobre compras mensais nos últimos 10 anos.

Investir em REIT

Para contribuir com suas análises, segundo a US Bureau Economic Analysis, a indústria de artes, entretenimento e recreação tem crescido bastante aumentando a participação no PIB americano. Reparem o crescimento desde 2010.

Crescimento REIT

Isso ocorre porque quando a economia melhora e as pessoas têm uma melhora nas suas contas, elas passam a se divertir mais, a viajar mais, a colocar os filhos em uma escola melhor. Então, desde que a economia ande bem, o REIT vai lucrando muito bem.

Ao mesmo tempo que lucram com entretenimento, vão aumentando a participação nas outras áreas de modo a diminuir esta exposição, conforme gráfico abaixo.

REIT EPR

Reparem que o crescimento em entretenimento foi bem pequeno enquanto em recreação e educação foi bem maior. É exatamente o que precisa para diminuir a exposição de apenas um setor.

Perspectivas futuras para o EPR Properties

EPR Properties

O gráfico acima mostra o vencimento de contratos. Poucos contratos vencem em 2019 e 2020, já em 2021 aumenta um pouco mas o total de contratos a vencer até 2027 não chega a 10%. Até lá o EPR vai trabalhando novos contratos ou até mesmo a extensão dos atuais.

Outra importante consideração é que até 2022 não há débitos, ou seja, temos uma boa perspectiva pelo menos nos próximos 3 anos.

EPR

Dividendos de EPR Properties

E como se comportam os dividendos ao longo dos anos? Vejam o crescimento no gráfico abaixo. Notem que há um crescimento constante desde 2010.

Em janeiro de 2019 EPR declarou pagamento de 0,375 $ no trimestre, ratificando assim o aumento de dividendos ao longo dos anos. Antes era 0,36$ por cota por trimestre. Seu yield fica em torno de 6$ ao ano.

Maiores detalhes sobre os dividendos estão no estudo que mencionei. Não vou replicar aqui para não ficar muito grande.

REIT EPR

Conclusão

EPR Properties é um dos REIT mais negociados no mercado americano com um bom desempenho há anos. É um bom pagador de dividendos pagando em torno de 6% ao ano. Para quem quer uma renda extra e também um crescimento ao longo do tempo, o EPR pode ser uma excelente opção.

Não deixem de assistir aos vídeos no canal do youtube e lembrem-se que este site é apenas de estudos e os posts aqui trazidos não constituem recomendação de compra ou venda de ativos.

Bons investimento a todos.

BPM

poradmin

Vale a pena investir em Apple?

Olá caros leitores!

As ações da Apple andam caindo bastante desde outubro de 2018 quando chegou a custar $ 233,47. Com uma queda de aproximadamente 35% as ações da Apple estão sendo negociadas em torno de $152,00. Mas será que ainda vale a pena investir em Apple?

A Apple é uma das maiores empresas no mercado financeiro e dispensa comentários sobre sua área de atuação. Foi a primeira empresa de capital aberto a atingir a marca de um trilhão de dólares no dia 02 de agosto de 2018 mas após 4 meses, perdeu quase 35% de seu valor em bolsa.

Participante da FAANG onde Amazon também atingiu a marca de um trilhão de dólares, a Apple é a única empresa do grupo que paga dividendos, as demais não pagam reinvestindo os lucros.

Carta de Tim Cook aos acionistas da Apple

Today we are revising our guidance for Apple’s fiscal 2019 first quarter, which ended on December 29. We now expect the following:

  • Revenue of approximately $84 billion
  • Gross margin of approximately 38 percent
  • Operating expenses of approximately $8.7 billion
  • Other income/(expense) of approximately $550 million
  • Tax rate of approximately 16.5 percent before discrete items

We expect the number of shares used in computing diluted EPS to be approximately 4.77 billion.

Tim Cook publicou uma carta aos investidores dizendo que estavam revisando o fechamento fiscal do primeiro trimestre de 2019 finalizado em 29 de dezembro e que as vendas de iPhones teriam caído no período.

A empresa anunciou uma redução na receita de aproximadamente 7,7%, do estimado 91 bilhões para 84 bilhões. O lucro por ação de 4,50 para 3,97 e com isso as ações da empresa despencaram nas últimas semanas atingindo menos de $150.

A alegação de Cook é de que a culpa está nos mercados emergentes, principalmente com a China. A queda deu-se praticamente na queda da venda dos iPhones que crescia em uma média de mais de 15% ao ano. O iPhone sempre foi o produto de maior venda da empresa trazendo a maior receita.

iPhone está ameaçado?

Venda de iPhones

Uma grande discussão paira sobre a galera que gosta de tecnologia e dos produtos da Apple. Será que o iPhone está ameaçado? Será que está ultrapassado? Vale a pena investir em Apple esperando que venda mais iPhones e a receita continue aumentando ano a ano?

Estas perguntas acabam que não tem uma resposta específica e vai da avaliação de cada um. Alguns falam que outras marcas como HUAWEI já apresentam tecnologia muito melhor, tela melhor, mais leve e o pior de tudo, muito mais barato.

As vendas de iPhone tiveram uma grande queda e um dos motivos que se falam é do programa de substituição de baterias que a Apple fez. Uma vez que as baterias podem ser trocadas por um preço bem camarada, os consumidores não veem necessidade de gastar dinheiro e trocar de aparelho.

Também pesa contra as vendas a época que o novo iPhone foi lançado. Enquanto os novos iPhones XS e XS Max foram vendidos no quarto trimestre de 2018, o iPhone X foi vendido no primeiro trimestre de 2018. Isto gerou um impacto no balanço quando comparado os trimestres correspondentes.

De qualquer maneira a Apple deverá inovar algo para 2019, pois se fizer a famigerada atualização para sua versão “S” como sempre, poderá não recuperar as vendas no curto prazo. Em média as pessoas trocam de iPhone a cada dois anos.

Outros produtos da Apple

Apple Watch

Se por um lado o iPhone deixou a desejar nas vendas fazendo a receita da Apple despencar, por outro os serviços e outros produtos como Apple Watch, vem aumentando o caixa da empresa nos últimos trimestres.

Tanto os serviços como iCloud e Apple Music como o Apple Watch cresceram mais de 20% em 2017 e 2018. Isto demonstra que as pessoas estão aderindo à outros produtos mas a concorrência continua apertada. Apple Watch compete com Samsung Watch e o serviço de nuvem tem diversos concorrentes, alguns até de graça.

Já as vendas de Macbook e de iPad também tiveram uma leve queda nos últimos anos. O preço destes produtos estão muito elevados o que dificulta a aquisição por pessoas até de classe média alta. A China que está sendo responsabilizada pela derrubada nas vendas, tem um momento difícil onde o salário mínimo é praticamente o preço de um iPhone, imagina um Macbook com Touch Bar?

Confira também se vale a pena esperar o dólar baixar para investir no exterior

Vale a pena investi em Apple?

Mas depois de todos esse alarido sobre a Apple por conta da carta de Tim Cook para este trimestre, será que ainda assim vale a pena investir na Apple? Será que como empresa, ela ainda oferece bons números e um futuro crescente como sempre teve?

Se formos analisar os números, a Apple tem mais de 130 bilhões de dólares em caixa e com esse dinheiro ela pode comprar diversas empresas, startups, cabeças pensantes, enfim tem bastante dinheiro para investir em novas ideias e novos produtos sem afetar as contas da empresa.

Pesa a favor dos investidores o programa de recompra de ações da Apple o qual possui a cifra de 100 bilhões de dólares, a grande capacidade de gerar caixa, o pagamento de dividendos crescentes sendo uma das empresas que mais paga dividendos no mundo e o maior investidor do mundo ter comprado bilhões de ações também.

Há, não podemos esquecer de rumores sobre um possível carro autônomo sendo testado pela Apple, coisa que o Google já está testando há anos. Lembro que estive no Google em 2014 e já vi o carro autônomo andando pelos campus da empresa.

Preço das ações da Apple

queda nas ações da Apple

Os entendidos de valuation estimam que o preço das ações da Apple, considerando um cenário conservador, fique entre $170 e $187. Em cenários bem pessimistas, considerando crescimentos pífios que nunca aconteceram, a ação pode custar $112 e no melhor cenário, voltar a $230.

Eu tenho ações da Apple e já fiz mais dois aportes desde que comprei pela primeira vez. Neste momento, como temos várias empresas com “desconto” optei por comprar só um pouquinho para dar oportunidade para outras como Black Rock.

Conclusão

Investir em Apple sempre foi sinônimo de ter participação no que há de mais inovador no mundo das tecnologias. A Apple é uma das maiores empresas de capital aberto no mercado financeiro dos Estados Unidos sendo uma das empresas que mais paga dividendos aos seus acionistas, não em valor individual mas em distribuição.

Possui produtos com grande barreira de saída, ou seja, quem tem um produto Apple não quer trocar mas por outro lado seus produtos estão bem caros o que dificulta pessoas de classe média adquirir. As vendas foram afetadas principalmente pela baixa venda de iPhones tendo a China como protagonista nesta redução.

Como empresa, ainda possui excelente caixa que pode ser usado para investimentos sem que isso aumente sua dívida ou atrapalhe o pagamento de dividendos. Sua capacidade de gerar caixa juntamente com o programa de recompra de ações favorece o investidor.

A empresa sempre teve fama de inovar em seus produtos, sendo assim esperamos que apresente produtos inovadores no futuro como fez no passado. Por hora, aumentei posição e acho que ainda vale a pena investir em Apple para longo prazo.

De qualquer maneira vamos aguardar o pronunciamento oficial no dia 29 de janeiro de 2019.

Bons investimentos a todos!

BPM

Disclosure: Lembro a todos que este site tem conteúdo apenas para estudos e não consiste em indicação de compra ou venda de ativos nem de qualquer outro tipo de investimento. Antes de investirem, estudem bastante e tenha certeza do que estão fazendo. Na dúvida, procurem um profissional da área ou uma corretora.

poradmin

Vale a pena investir em EPR Properties?

EPR Properties é um dos maiores REIT de entretenimento dos EUA mas uma das maiores dúvidas que mais paira na cabeça de quem investe ou pensa em investir é se vale a pena investir no exterior ou não. Quando falamos em exterior falamos no mundo todo mas este post em específico vai tratar de um REIT nos Estados Unidos.

Eu fiz esse estudo de caso em maio no blog BPMilhao e agora estou atualizando e postando aqui para manter os registros e trazer o debate com vocês. Para quem quiser saber mais, tem outros comparativos no blog e com o tempo vou postando aqui também. Tem um comparativo com a Exxom Mobil também.

O estudo para saber se vale a pena ou não investir em EPR Properties pegou os últimos 10 anos e com isso vamos ver se valeu a pena e se, talvez, valerá a pena investir desta maneira pelos próximos 10 anos. A ideia é ver nesse intervalo de 10 anos passados, quantas cotas foram compradas e quanto por mês poderíamos estar recebendo de dividendos hoje e se daria pra viver de renda no exterior.

Para quem quer viver de dividendos no futuro o ideal é reinvestir os dividendos e desta forma os juros compostos trabalham mais ainda pra você e o tempo de acumulação pode ser diminuído. Neste estudo eu reinvesti os dividendos pelos 10 anos.

Parâmetros utilizados para investir em EPR Properties

Para a realização do estudo foi necessário estabelecer alguns parâmetros como seguem:

  • Utilizei o valor de aportes de R$ 3.000,00 mensal;
  • Corrigi os aportes pela inflação anual, ou seja, a cada janeiro teve a correção da inflação no ano anterior e mantive os aportes até dezembro (exemplo, montante em R$3000 mil mensal, a inflação do ano foi 5%, então o montante mensal para o ano vindouro será 3150);
  • Fiz o cálculo da compra de EPR considerando o valor de fechamento mensal mostrado pelo investing.com;
  • Utilizei o dólar de compra do primeiro dia útil de cada mês retirado do site uol.com.br
  • Em todos os meses arredondei o valor para baixo para compensar o custo de manter a conta no exterior e também da remessa do dinheiro para fora e a corretagem, considerei apenas a quantidade exata de cotas, dependendo da sua forma de enviar o dinheiro e qual seu banco, taxa mensal da conta e corretora podem ter ficados bem aproximados;
  • Somei o valor dos dividendos no valor do aporte mensal. Desta maneira peguei aquele aporte em reais, o que comecei com R$ 3.000,00 e fui corrigindo com a inflação e converti pra dólar. O valor em dólar eu somei os dividendos líquidos ganhos no mês anterior.  E assim fui somando durante os 10 anos

Quantidade de cotas compradas:

A tabela abaixo mostra o início em maio de 2008 e término em outubro de 2018 somando assim 10 anos e 5 meses. Vamos entender as colunas:

  • Aporte: valor a ser aportado mês a mês;
  • Inflação: valor a ser acrescido em janeiro do ano seguinte. Não considerei a inflação mensal e sim a anual;
  • Dólar R$: Valor de compra do dólar no primeiro dia útil do mês;
  • Conversão U$: quantidade de dólar do aporte convertido ao dólar da coluna anterior;
  • Cotação U$ EPR: Valor da cotação de acordo com o site investing.com. No gráfico de 10 anos, os candles mostram um único valor por mês e foi o valor que utilizei;
  • Quantidade de cotas: quantidade de cotas compradas no mês;
  • Dividendos: valor dos dividendos recebidos. Notem que até fevereiro de 2013 os dividendos eram pagos trimestralmente e depois passou a ser mensal;
  • Total bruto: Total recebido em dividendos sem descontar os 30% de imposto;
  • Total líquido: Total recebido em dividendos descontando os 30% de imposto;
  • Valor carteira: Valor da carteira multiplicando a quantidade de cotas do mês anterior ( sem considerar compras do mês atual) pelo valor da cota do mês. Exemplo: O valor da carteira de junho de 2008 é igual a 33 cotas (compradas em maio) vezes o valor da cota em junho U$ 49,44. Deste modo sei qual o valor da carteira que estou iniciando o mês;
  • % mensal bruto: É a porcentagem dos dividendos recebidos em relação ao valor da carteira no mês sem descontar os 30% de imposto;
  • % mensal líquido: É a porcentagem dos dividendos recebidos em relação ao valor da carteira já descontado os 30% de imposto.

Veja agora como abrir conta em uma corretora americana para começar a operar no exterior.

EPR Properties

Vejamos a tabela contendo todos os dados desde maio de 2008.

Investir em REIT
EPR
EPR Properties
Investir em EPR Properties

Podemos perceber que houve uma grande variação no valor da cota e quem fica comprando e vendendo fazendo trade ou swing trade, deve ter tido uma variação grande.

Podemos reparar também que o valor de outubro de 2018 está praticamente igual ao de julho de 2016, ou seja, tivemos ai uma oportunidade de aumentar posição comprando mais cotas por preço menor e aumentar os dividendos mensais.

Salário Minimo

Salário Mínimo

Podemos perceber que o salário mínimo saiu de R$ 415,00 para R$ 954,00, ou seja, um aumento de aproximadamente 129%. O aporte de outubro de 2018 foi de R$ 5.359,60, ou seja, 78% maior que o de maio de 2008 que foi o primeiro de R$ 3.000,00.

Teoricamente conseguiríamos corrigir os aportes pela inflação. Sei que é difícil, pois temos outras contas a pagar e o preço dos produtos não acompanha exatamente essa variação. A inflação é o maior vilão dos aportes.

Conclusão

Ao final de quase 10 anos e meio teríamos acumulado mais de 415 mil dólares gerando mais de 1500 dólares por mês apenas com dividendos recebidos mensalmente de EPR Properties. Será que é suficiente para viver sem trabalhar? Não sei, ai teríamos que entrar em outros assuntos relacionados à custo de vida e lugares para viver.

Fato é que no longo prazo, mesmo passando por uma crise, investir em EPR Properties me parece vantajoso e ter disciplina de aportes independente do valor do dólar ou da cotação da ação é fundamental. 

O estudo não visou outros tipos de investimentos. Sabemos que existem outros REIT que pagam mais ou até mesmo stocks que tiveram aumento de mais de 300%nos últimos 10 anos. O Estudo foi somente sobre investir em EPR Properties e se valeria a pena fazer isso pra viver de dividendos.

Bons investimentos!

BPM